Sunday, September 30, 2007

Dando tudo! (real) - Autora: Vik

Gente, meu apelido é Vik, tenho quase 40 e o mesmo fogo dos 18. Sou loira, estatura mediana, tenho 55 kg e olhos cor de mel. Meus seios e minha bunda são adorados pelo meu namorado (nunca nos casamos, mas estamos juntos "pra tudo" há quase 20 anos). Acontece que ele é muito sacana, vive falando de trepadas a três, swing e etc, mas nunca fizemos.

Já fizemos muita farra, mas só de brincadeira, com outras mulheres e até bonecas, só que ele é muito tímido e na hora h, eu é que tenho que segurar a onda. Ele me deixa louca com certas coisas que só ele sabe fazer, mas às vezes também me deixa louca de raiva com gracinhas que faz com colegas de trabalho (acho que ele se sente envaidecido porque a mulherada realmente baba), aí eu fico puta, principalmente se nessa época ele começa a me enviar sacanagens pela internet que variam de mulheres nuas, mulheres transando com mulheres, travestis, enfim mil coisas que me fazem sentir uma qualquer. Nessa hora dá vontade de dar pro mundo todo na frente dele. E o pior, parece que ele percebe quando estou louca de tesão, aí ele se faz de difícil, fica fazendo onda, charme, sei lá mais o que.

Quando a gente transa é uma loucura, a gente fica acabadão e ele diz que vai levar uma semana pra se recuperar, mas é mentira porque no dia seguinte ele já está inteiro. Já eu levo uns 2 dias, mas depois o fogo reascende e aí eu subo pelas paredes.

Hoje foi um dia difícil porque eu tava muito a fim de agarrar ele e tirar até a última gota do leitinho dele mas nas duas vezes que nos encontramos, houve problemas, pessoas, e imprevistos pra atrapalhar; dái ele se encheu e foi embora. Ma eu não tava pra deixar barato não. Minha bocetona tava pulsando e meu rabinho piscando pela pica dele. Depois que parei de trabalhar, fiquei louca pensando numa maneira de encontrá-lo e de fazer tudo oque eu tava com vontade e de sentir aquela vara grossa e cabeçuda rasgando meu rabinho, mas acho que ele ficou puto e desligou o telefone.

Não me restou outra alternativa senão recorrer aos meus amiguinhos "subs" (são os diversos vibradores que tenho). Bom eu tava mesmo com um tesão recolhido de rabinho, desde a última vez que transamos e falamos de fazer uma dupla com o subs no rabinho, então não deu outra, eu peguei o meu subs lisinho e fui colocando devagarinho no meu cuzinho apertadinho, a vontade era tanta que de todo jeito eu abria com uma mão e empurrava com a outra até enterrar tudo, nossa estava uma delicia.

Aí eu comecei o por e tirar, cada vez mais rápido e com força, depois me apoiei de costas na parede pra ele ficar dentro e começei uma siririca desvairada com a mão direita, enquanto a mão esquerda apertava o bico do peito, não demorou pra explodir um gozo interminável, que me deixou com as pernas moles e tremendo.

Tirei o subs do rabinho, mas ainda queria mais, então voltei a siririca e, pensando no tesão que ele iria sentir se estivesse ali comigo, foi mais uma, duas, três gozadas seguidas, sem parar a siririca.

Eu já não tava me aguentando, minha perna toda molhada, escorrendo mel de prazer, minhas costas suando e resolvi imaginar uma dupla e de novo peguei o subs, dessa vez com furia, coloquei tudo no cuzinho já tesudo, e enfiei dois dedos na bocetona molhada num vai e vem frenético, gozei como se estivesse dando tudo que tinha de uma só vez. Foi demais, quase desmaiei.

Agora que já me recuperei um pouco, estou descrevendo pra enviar a ele, quem sabe ele não vem me ver.
Hhhhhhhhhhuuuuuuuuuuuuuuuuuuu!

5 Comments:

Anonymous Anonymous said...

nota 10, bati 3 punhetas lendo esse
contos, hummmmm acho que vou bater mais, ssssssssssssssssssssssssssss

5:38 AM  
Anonymous Anonymous said...

Parabens Gata, vc. me deixou molhadinho, adorei o seu conto.

5:39 AM  
Anonymous Marcos said...

Meu pau ainda esta duro,quer sentir ?

5:41 AM  
Anonymous clarice said...

Gostei tanto que sisiriquei varias vezes

5:42 AM  
Anonymous Lídia Maria said...

vik voce é demais, amei o seu conto.

5:44 AM  

Post a Comment

<< Home